domingo, 2 de julho de 2017

A Síndrome do Perolacismo

Outrossim, o reino dos céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas; E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a.
Matheus 13.45 e 46

Não encontrei em dicionários o vocábulo "Perolacismo" e se alguém achar sem nexo a minha reflexão, então porque buscamos a pérola de grande valor... a despeito da vida de uma Ostra!

Se há alguém buscando as pérolas, sacrificarão as Ostras... E fazemos coisas extraordinárias por elas... estamos cegos pelos valores das coisas e desvalorizamos as vidas perdidas pelo caminho...

Crescemos num ambiente que se protege de nós, que nos rejeita... Doravante, lá fora há uma busca por nós, pelos nossos valores, caçadores que matam o nosso ambiente por nós, mas apenas pelo nosso valor construído pela Ostra... Somos a concentração de um grande valor!!!

O crescimento neste sentimento de Perolacismo, é não se importar com tudo aquilo que nos acerca, e de tudo o que foi sacrificado para o crescimento dos nossos valores... O ambiente que lutará com todas as forças para te expulsar, te envolverá numa camada que tem por objetivo amenizar os seus efeitos danosos e proteger-se, este invólucro fará a sua transformação... mas isto depende da vida da Ostra.

Os homens que buscam a pérola de grande valor... muitas vezes a matam e encontram uma pérola ainda informe, ou deformada... pois a mais preciosa são e a com perfeição esférica!

O sentimento Perolacismo, faz com que venhamos a achar que todos nos veem como realmente somos, mas não  aceitamos a nossa própria condição.... e nos esforçamos para mostrar ao contrário... procuramos provar que somos melhores do que tudo, e de que somos vítimas das circunstâncias e obstáculos e enganamos-nos a nós mesmos... e esquecemos o papel do ambiente favoreceu a nossa formação...

Se não fosse o ambiente, seríamos pérolas perfeitas? mas como diz os estudos somente 2% Se transformará em pérola perfeita com valor atrativo!

Entramos num ambiente que não pertence a nós... e irritamos a toda reação deste lugar... este ambiente se defende de nós... somos um incômodo!

A nossa substância tem origem nos pequeníssimo dejetos de invasão.... somos retos de objetos sem valor (pedras, osso, madeiras e areias)...

Somos envolvidos por uma substância chamada de Nacar... e lá dentro sofreremos a transformação...

Entramos na ostra..  mas nem todas as ostras possuem condições de nós transformar em pérolas... nem toda ostra possuem este poder... e lembrando que somos uma irritação que pode destruir a Ostra...

Mas não nos importamos... somos pérolas (em formação)... preocupamos apenas com a nossa formação!

Então, como dejetos... procuramos entrar nas ostras Perlíferas com o poder de  "Pteriídae" de (água salgada) e "Unionidae" (de água doce).

Quantos de nós, entramos nos ambientes e os destruímos sem se importar com as suas reações...

O nosso grande valor será o resultado de um sacrifício de uma vida, a ostra!

Fonte:
https://www.google.com.br/url?sa=t&source=web&rct=j&url=http://mundoestranho.abril.com.br/ambiente/como-as-perolas-se-formam/&ved=0ahUKEwjy4aCtyuvUAhXCQ5AKHXnjACEQFggpMAI&usg=AFQjCNGo0kaAtebE2zSoB5AAIBREFXbuKg

terça-feira, 20 de junho de 2017

Arrancando a Ostra da Pérola!

- E orou Jonas ao SENHOR, seu Deus, das entranhas do peixe. E disse: Na minha angústia clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do inferno gritei, e tu ouviste a minha voz. (Jonas 2.1-2)

"... do ventre do inferno gritei..."

Utilizamos como tema desta reflexão: 'Arrancando a ostra da pérola' talvez vc esteja pensando 'não está invertida a coisa?' Gosto muito de observar as coisas por vários ângulos e por outros viés, entre tantos pensamento oriundos de uma madrugada pensante... proponho-me a fazer alusão ao texto em apreço... "Das profundezas clamo a ti oh Senhor, no coração dos mares".

Jonas estava fugindo da presença do Senhor e nesta jornada descendente consegui chegar no mais profundo abismo, de modo que o chamou de ventre do inferno...

No tema, Arrancando a Ostra da Pérola, desejo transmitir a ideia em indagações retóricas, para assim como me foi sacudido a mim na madrugada... possamos ser arrancados das preciosidades sem vida que nos causam incômodos das quais, muitas vezes não desejamos largar!!!

A pérola como já se sabe, é a soma da concentração das sujidades que ficam se ajuntando nas regiões do interior da ostra... um processo químico... para a ostra é um incômodo,  para nós algo valioso...

Quantos enfrentam os mares para arrancar as pérolas das ostras... e quando isto ocorre, na maioria a ostra chega a morrer... pois a extração precisa ser feita com as conchas abertas... e há um limite para a abertura... mas por causa do valor da pérola... desvalizamos o valor da Ostra...

O que é mais precioso... a vida ou as coisas da vida? A vida valoriza a coisa, sem vida não há valorização da coisa... quantas ostras foram assassinadas em suas aberturas para mostrar ao mundo uma pérola ainda informe... a vida se foi e a pérola não tinha o valor pretendido!

A pérola não tem vida... é um dejeto!!!

A ostra e um ser vivente!!!

Quando perdemos a vida por causa de coisas sem vida... nos tornamos sem vida e viramos a coisa!

Jonas era a Ostra ou era a Pérola?

As pessoas são as pérolas ou são as Ostras?

Vivemos num mundo de Ostracismo ou num mundo de Perolacismo?

Se Jonas estava no coração dos Mares... e nas profundezas do abismo ou do inferno... Quem o levou pra lá?

Suas consequências que foram o resultado de suas escolhas...

Para fazermos uma reflexão meticulosa, se Jonas era a Ostra então ele estava tendo como resultado o incômodo de uma pérola em formação dentro dele... teria de ser extraída!

Doravante, pensaremos se Jonas era a pérola?
Seria um incômodo? aquele com muito valor?... Sim tanto que, as Ostras não valiam nada para... Ele não se importava se eles estavam a perecer. Mas Deus desejava provar o valor da vida, diante da insensibilidade de quem tem muito valor.

Entretanto, Deus, em seu sábio desígnio estava fazendo a extração do impossível... queria arrancar a Ostra da Pérola sem a matar!!!

Pense por este viés!

Tudo aquilo que Jonas mais presava era a palavra (o clamor)... e ele a escondeu para não repartir com os homens da cidade de Nínive... e como Jeremias que disse que não falaria mais a palavra... o seu interior se azedou...

Jonas não queria clamar...
Jonas não queria pregar...
Jonas não queria obedecer...
E o pior, Jonas nao queria a presença do Senhor!!!

Ele fugiu...

E o SENHOR começou o processo de extração da coisa morta... pois a palavra tem vida e Jonas estava morto! Para todos os efeitos Jonas já estava morto para os marinheiros... Jonas foi enterrado vivo no coração dos Mares!

Mas o que Deus queria realmente extrair de Jonas?

1° O seu clamor;
2° O Arrependimento dos Ninivitas;
3° A insensibilidade pelo valor da Vida.

* Jonas não clamou contra a cidade de Nínive...

* Jonas não clamou para salvar a vida dos tripulantes do navio...

* Jonas preferiu morrer ao ser lançado no mar ao invés de clamar...

* Jonas ficou 3 dias e 3 noites no ventre do inferno para depois disso abrir a sua boca e... Clamar!!!

'...do ventre do inferno gritei...'

As coisas estão muito estranhas ultimamente em sua vida?

As pessoas estão desesperadas ao seu redor?

Os seus filhos, irmão, pais e amigos estão em grande agonia?

A sua cidade está vivendo um caos?

A empresas estão a falir... Os governantes estão sucumbindo ante a corrupção?

E você está inerte, estas coisas não tocam a você...

Os ajuntamentos de pessoas ao seu redor começaram a gritar em desespero por soluções... clamam aos seus meios disponíveis por salvação!!!

E você nem se importa... e em meio a tudo isso você dorme... e profundamente...

A primeira coisa que as empresas e as pessoas de consciência fazem num momento como este é cortar custos para se aliviarem... Os marinheiros lançaram as sua coisas ao Mar...

Buscaram ajuda espiritual...

Conclamaram a todos que buscassem aos seus deuses... não importava qual... desde que viesse a solução!!!

E em meio ao clamor conflitante... Jonas foi dormir!

Já não basta os sinais dos últimos acontecimentos para percebermos que algo estava errado e este "algo" estava atingindo as pessoas ao nosso redor?

"... E o Navio estava pra se quebrar..."

Deus até mesmo numa hora como está faz com que pessoas importantes venham tentar te despertar...

"... E o Capitão do navio veio e disse a Jonas: Que tens dormente? Clama ao teu Deus é quem sabe assim não morramos?..."

"...clama ao teu Deus..."

Já não está na hora de despertamos do sono... e clamarmos ao Senhor... será que está todo mundo errado e só você está certo?

Mas Jonas preferiu ser lançado ao mar para morrer!

Todos em comum acordo achou um absurdo e sem nexo ter que jogar um homem ao mar para que Ele ele se acalme... e continuaram em todos os seus esforços a tentar salvar o Navio...

Jonas conseguiu fazer com sua rebeldia o homens clamaram em uma só voz ao Deus de Jonas...

E com temor... preocuparam-se de ter que lançar no mar e serem culpados de um sangue inocente!!!

Os homens tiveram que agir... mas Jonas não fez nada...

Quando os homens perceberam que foi instantâneo a calmaria... louvaram a Deus é ofereceram votos ao Senhor...

E Jonas nada...

E como dissemos acima... somente após 3 dias e 3 noites se ouviu um clamor de arrependimento no meio do coração dos Mares...

E Deus ouviu a voz de Jonas E o grande peixe ouviu a voz de Deus... Mas Jonas não ouviu a voz de Deus!

Clame antes que seja tarde demais!

quinta-feira, 15 de junho de 2017

O que aconteceu com o Arrependimento? (Whatever Happened to Repentance)

Por David Wilkerson
2 de agosto 1999
__________

O que aconteceu com o arrependimento?

Nos dias de hoje dificilmente esta palavra é ouvida na maioria das igrejas -- até mesmo no meio Batista, Pentecostal, evangélico. Atualmente os pastores raramente convocam a congregação para arrepender-se de seus pecados -- para chorar e se afligir por haver ferido a Cristo com suas iniquidades.

Pelo contrário, a mensagem que hoje escutamos em muitos púlpitos é: "Creia somente. Aceite Cristo, e você será salvo. " O texto utilizado para justificar esta mensagem é Atos 16:30-31.

Nesta passagem o apóstolo Paulo estava preso na cadeia quando, repentinamente, a terra tremeu e as portas da cela se abriram. O carcereiro, imediatamente pensou que todos os prisioneiros haviam fugido, significando que ele seria executado. Desesperado, ele desembainhou sua espada e estava prestes a se matar, quando Paulo e Silas o fizeram parar, assegurando-lhe que ninguém havia fugido.

Vendo isto, o homem prostrou-se diante dos apóstolos e gritou, "... Senhores, o que é preciso que eu faça para ser salvo? E eles disseram: Creia no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo tu, e tua casa." (At 16:30-31)

Ao lermos esta passagem é importante atentar para o fato de que o carcereiro estava prestes, com uma espada na mão, a se suicidar. Ele já estava a ponto de se arrepender -- ajoelhado, quebrantado e tremendo, diante dos apóstolos. Portanto seu coração estava verdadeiramente preparado para aceitar Jesus com fé genuína.

No evangelho de Marcos, Cristo diz aos discípulos, "Aquele que crer e for batizado, será salvo; mas aquele que não crer, será condenado." (Mc 16:16) . Está claro aqui que Jesus disse que a salvação é alcançada se simplesmente O aceitarmos e formos batizados.

Jesus, entretanto, prefacia sua declaração com a seguinte palavra: "... Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (vs. 15). Ele está essencialmente dizendo que antes de uma pessoa crer nEle, primeiro o evangelho deve ser pregado a ela.

E a que evangelho Jesus se refere? É o evangelho que o próprio Jesus pregou -- o evangelho do arrependimento!

Pense nisto -- qual foi a primeira mensagem que Jesus anunciou após ter sido tentado no deserto? As Escrituras dizem: "Deste então, começou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus" (Mt 4:17)

Jesus chamou o povo ao arrependimento antes mesmo de chamá-lo a crer! Marcos escreve, "...veio Jesus a Galiléia, pregando o evangelho do Reino de Deus e dizendo: o tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo. Arrependei-vos e crede no evangelho." (Mc 1:14-15). Cristo pregou: "Arrepende-te primeiro -- e creia."

Em outra parte Jesus fala de sua missão, "...Porque eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento." (Mt 9:13). E diz aos galileus: "Não, vos digo; antes, se vos não arrependerdes, todos de igual modo perecereis." (Lc 13:3)

O evangelho de Jesus era sobre o arrependimento!

João Batista Também Pregou o 
Arrependimento, Preparando Israel 
Para a Vinda de Cristo 

A mensagem de João aos judeus foi simples e direta: "E, naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia e dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus." (Mt 3:1-2)

Pessoas vinham de toda parte para escutar a pregação de João. E ele lhes disse claramente: "O Messias logo aparecerá no nosso meio - assim, preparem-se para encontrar-se com Ele! Vocês podem estar se sentindo entusiasmados com a sua vinda. Mas lhes digo que seus corações não estão preparados - porque ainda estão apegados ao pecado!

"Externamente vocês parecem limpos e santos. Mas internamente estão cheios de ossos mortos! Vocês são raça de víboras, de serpentes, sem nenhum temor a Deus. Mesmo assim, não têm sequer idéia de que são pecadores. Eu lhes aviso - vocês devem lidar com os seus pecados antes de poderem crer no Salvador e seguí-Lo. Portanto, arrependam-se, abandonem seus pecados - e vivam de maneira que reflita genuína mudança!"

Que evangelho pregou Pedro às multidões no dia de Pentecostes? A Bíblia nos diz que quando o povo escutou o apóstolo testemunhar, "...compungiram-se em seu coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos. Que faremos, varões irmãos? E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo" ( At 2:37-38)

Pedro não lhes disse apenas para "crerem e serem salvos." Ele não lhes pediu que, simplesmente, tomassem uma decisão, que dessem um voto a Jesus. Não - ele lhes disse que primeiro se arrependessem, e que em seguida fossem batizados em obediência a Cristo!

Qual evangelho pregou Paulo aos atenienses pagãos no Areópago? Ele disse diretamente: "...Deus...anuncia agora a todos os homens, em todo lugar, que se arrependam" (At 17:30)

Os intelectuais gregos não tinham problemas para acreditar em Deus. De fato, poderia-se dizer que o passatempo deles era "crer". Eles acreditavam em muitos deuses - primeiro neste, depois naquele. Cada vez que alguém de forma persuasiva pregava um deus, eles acreditavam. Assim, eles criam - mas assim faziam mantendo-se em pecado. Uma simples crença não era o suficiente!

Paulo disse a estes homens, "Não, não - Cristo não é assim! Jesus não pode, simplesmente, ser acrescentado à sua lista de deuses. Vocês podem acreditar em todos eles, mas não podem fazer meramente isto com Jesus. Ele veio para salvá-los de seus pecados; e ordena a todos seus seguidores que se arrependam e sejam purificados."

Mais tarde, Paulo pregou o mesmo evangelho do arrependimento ao rei Agripa: "...não fui desobediente à visão celestial. Antes anunciei primeiramente aos que estão em Damasco e em Jerusalém, e por toda a terra da Judéia, e aos gentios, que se emendassem e se convertessem a Deus, fazendo obras dignas de arrependimento" (At 26:19-20).

Paulo está dizendo: "Aonde quer que tenho estado, tenho pregado o arrependimento. E o verdadeiro arrependimento se prova com ações!"

Estas passagens deixam claro que a igreja apostólica pregava, sem envergonhar-se, o mesmo evangelho que João e Jesus pregaram, "Arrependam-se para remissão dos pecados!"

O Que Significa Arrepender-se ?

Alguns cristãos crêem que arrependimento significa simplesmente "dar a volta" e seguir em direção oposta. Mas a Bíblia nos diz que o arrependimento é muito mais do que isto.

Uma vez ouvi um homem dizendo: "Estou muito feliz por conhecer o grego do Novo Testamento. Ele traduz a palavra "arrepender" como "mudar de idéia"'.

Não - este homem não sabe grego. O significado completo e literal da palavra "arrependimento" no Novo Testamento é "sentir remorso e auto-censura pelos pecados cometidos contra Deus; estar contrito, entristecido, querer mudar de direção."

A diferença no significado aqui está na palavra "querer". O verdadeiro arrependimento inclui o desejo de mudar!

Além disso, simplesmente ficar triste não constitui arrependimento. Pelo contrário, a verdadeira tristeza leva ao arrependimento. Paulo declara: "Porque a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte" (2 Co 7:10)

Paulo está falando aqui da tristeza sem reservas - genuína, que "adere" à vida da pessoa arrependida. Esta tristeza divina produz de maneira natural: arrependimento que inclui aversão ao pecado, justo temor a Deus e desejo de corrigir todos os erros.

Não deveria nos surpreender, então, que Paulo pregasse o arrependimento aos crentes. Ele proferiu aos cristãos em Corinto uma forte mensagem de arrependimento. Estes crentes haviam sido ricamente abençoados por Deus, tendo se sentado diante de poderosos mestres da palavra. Mesmo assim, sua congregação permanecia em abundante pecado.

Primeiro, Paulo testificou aos Corintos, "Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós, com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas." (2 Co 12:12) Mas depois Paulo lhes diz diretamente, "Porque receio que, quando chegar, vos não ache como eu quereria..." (vs.20)

Qual era o temor de Paulo? Era simplesmente este: "que, quando for outra vez, o meu Deus me humilhe para convosco, e eu chore por muitos daqueles que dantes pecaram e não se arrependeram da imundícia, e prostituição, e desonestidade que cometeram." (vs.21)

Este pastor compassivo amava os acomodados cristãos de Corinto. Contudo, sabia que eles haviam sido bem ensinados de que era incorreto viver um estilo de vida pecaminoso. E lhes disse: "Quando eu lhes visitar, vocês me verão abaixar o rosto como sinal de desgosto. Dos meus olhos fluirão lágrimas, e minha voz irá gritar de dor.

Se eu verificar que vocês continuam entregando-se às imundícias, à fornicação e à luxúria, ficarei totalmente desalentado - porque o evangelho não fez a obra nos seus corações. Vocês ainda não se arrependeram dos seus pecados. E clamarei em alta voz para que se arrependam!"

Estas Palavras de Paulo
Me Deixaram Envergonhado!

Ao ler as palavras de Paulo, me vi examinando meu próprio ministério. E tenho que perguntar, "Será que tenho tomado um atalho no evangelho pregado por Jesus - o evangelho do arrependimento? Tenho eu passado a tesoura na minha Bíblia e retirado dela o alto preço de se seguir a Cristo? Tenho eu rebaixado seu padrão ao dizer às pessoas, 'Somente creiam e sejam salvos'?"

Quando olho a Igreja hoje, me pergunto: Será que nós evangélicos insistimos na "tristeza divina" bíblica como sinal de verdadeiro arrependimento? Ou será que estamos levando uma falsa paz às multidões não arrependidas? Será que estamos erroneamente ensinando que tudo o que Deus requer delas é que digam, "Creio em Ti, Jesus"?

Será que abolimos o convencimento genuíno do pecado? Será que temos nos precipitado e oferecido salvação àqueles que na verdade não se arrependeram - que não se entristeceram com suas transgressões, que não enxergaram a excessiva pecaminosidade de suas faltas, que têm buscado a fé somente para esconder nela suas luxúrias?

Constantemente escutamos graves exageros acerca do número de pessoas que aceitam Jesus em vários ministérios. Cristãos relatam que um grande número de pessoas foram salvas enquanto pregavam em prisões, escolas. Eles dizem: "Todos entregaram o coração a Jesus. Quando terminei a pregação, todos vieram à frente para salvação."

Não - isto é um trágico exagero! Com muita freqüência, o que realmente acontece é que todos simplesmente repetem uma oração. Eles meramente oram o que lhes é dito para orarem - e poucos entendem o que estão dizendo. Depois a maioria volta aos seus ímpios caminhos!

Tais pessoas nunca experimentam uma obra profunda do Espírito Santo. Como resultado, nunca se arrependem, nunca se entristecem com seus pecados - e nunca verdadeiramente crêem. Tragicamente, lhes oferecemos algo que Jesus nunca ofereceu - salvação sem arrependimento!

Eu creio que a igreja aboliu até o sentido de condenação. Pense nisto - raramente lágrimas são vistas no rosto daqueles que estão sendo salvos. É claro, eu sei que lágrimas não salvam ninguém. Mas Deus nos fez humanos, com sentimentos muito reais. E qualquer pecador cativo do inferno que tenha sido tocado pelo Espírito Santo, naturalmente sente profunda dor pela forma como entristeceu o Senhor.

O apóstolo Pedro sentiu este tipo de tristeza divina quando negou conhecer Jesus. De repente, ele foi invadido pela recordação do que Jesus lhe havia dito: "...E Pedro lembrou-se da palavra que Jesus lhe tinha dito: Antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás tu. E retirando-se dali, chorou." (Mc 14:72)

Assim que Pedro recordou essas palavras, ele foi tomado pela emoção. E de repente, saiu correndo por Jerusalém, chorando "Eu traí o Senhor!"

Amados, não podemos simplesmente criar este tipo de arrependimento, pela carne. Somente o Espírito Santo pode, como fez com Pedro, nos revelar como temos ferido nosso amado Salvador. E esta revelação deve nos encher de profunda tristeza!

Não concordo com todas as doutrinas dos escritores Puritanos, mas me encanta sua ênfase na santidade. Estes pregadores divinos diziam que seus sermões eram como "arar a terra em profundidade". Acreditavam que não podiam semear verdadeiras sementes de fé, antes do solo do coração de seus ouvintes ter sido profundamente arado.

Deste modo os Puritanos tinham certeza de que suas pregações atingiam o profundo, rompendo o solo rochoso da alma dos ouvintes. Seus sermões produziam arrependimento genuíno nas congregações. E por sua vez, isso ao longo dos anos produzia cristãos fortes, maduros e fiéis.

Hoje, no entanto, a maioria das pregações são semeadas sem arar. Escuto muito poucos sermões que vão além da superfície. Um arar profundo não objetiva apenas a enfermidade do pecado; ele cava até a origem da doença. Muitas das pregações que hoje escutamos enfocam o remédio, enquanto ignoram a doença. Oferecem receita sem providenciar cirurgia!

Lamentavelmente, fazemos com que as pessoas pensem que foram curadas do pecado, quando nunca souberam que estavam enfermas. Colocamos vestimentas de justiça sobre elas, quando nunca souberam que estavam nuas. Insistimos em que confiem em Cristo, quando nem sabem que necessitam confiar. No final, estas pessoas pensam "Mal não vai fazer, acrescentar Jesus à minha vida".

C.H. Spurgeon, o poderoso pregador inglês, disse o seguinte sobre a necessidade de arrepender-se:

"Creio que a penitência cheia de pesar ainda existe, apesar de ultimamente não haver ouvido muito dela. Nos nossos dias as pessoas parecem se precipitar rapidamente na fé...Espero que meu velho amigo arrependimento não tenha morrido. Estou desesperadamente enamorado do arrependimento; ele parece ser o irmão gêmeo da fé.

"Não entendo muito acerca da fé a olho seco; sei que fui a Cristo pelo caminho da cruz de prantos...Quando fui ao Calvário pela fé, fui com muito choro e súplicas, confessando minhas transgressões e desejando encontrar salvação em Jesus, e em Jesus somente."

Quando a Igreja de Times Square foi Fundada, 
Nós os Pastores, Durante os Primeiros Anos 
Pregamos a Lei

Por que pregamos a lei por tantos anos em nossa igreja? Fizemos isto porque muitos na nossa congregação se diziam cristãos - mas suas vidas não refletiam o que diziam.

Naqueles primeiros anos, muitos iam à frente ao final de cada culto. Repetiam uma oração pastoral e "aceitavam salvação pela fé". Mas a maioria destas pessoas nunca teve convicção do pecado; não experimentaram o pesar divino - e assim suas vidas não mostravam verdadeiro arrependimento.

Atores de teatro supostamente arrependidos professavam Cristo no domingo, mas voltavam às suas peças blasfemas durante a semana. Homossexuais oravam por salvação, mas seguiam em seu estilo de vida pecaminoso. Outros confessavam a Jesus em nosso altar, mas continuavam com suas relações adúlteras, fornicação ou uso de drogas.

Por isso é que trovejávamos condenação do púlpito! O Espírito Santo levou nossa equipe pastoral a expor todos os pecados, rebeldias e desobediência à sua palavra. Pregávamos um inferno tão quente que algumas pessoas se levantavam e iam embora dos cultos. E pregávamos um céu tão real, que os que transigiam tremiam diante da impressionante realidade da santidade de Cristo.

Nossa pregação da lei era absolutamente necessária naquele tempo. Era o espelho de Deus, revelando todo o segredo escondido. E isto levou as pessoas da nossa congregação à conscientização da profundidade do pecado.

Enquanto algumas pessoas corriam para fora, outras corriam à frente se arrependendo verdadeiramente. Uma dessas pessoas foi um ator de voz ressoante chamado David Davis. Ele se rendeu inteiramente a Jesus em verdadeiro arrependimento. E hoje, ele e a esposa pastoreiam uma próspera igreja em Israel, onde têm pregado Cristo por quase dez anos.

Enquanto a verdadeira obra do arrependimento estava cumprindo seu propósito em nossa igreja, o Espírito Santo nos levou a pregar a glória da graça. Ensinamos sobre a Nova Aliança, sobre o poder sobre o pecado através do Espírito Santo, sobre como andar na fé. Na verdade, começamos a edificar os santos.

Através de toda essa experiência, também descubrimos o perigo de somente pregar a lei, e de se concentrar primordialmente no pecado. Se as pessoas recebem uma dieta unicamente desta mensagem, elas começam a perder a esperança e chegam ao desespero, pensando: "Nunca chegarei lá." Constantemente elas olham para dentro de si mesmas, em vez de olhar para a cruz com esperança.

Mas quando uma igreja é do Senhor, pode confiar no Espírito de Deus para levar a mensagem da lei sempre que for necessária. Se Jesus observar seu povo caindo em uma "crença fácil", Ele mais uma vez trará a vara da lei sobre ele, com toda misericórdia e graça.

Veja, o arrependimento não é uma experiência única. Não é como um furacão que ocorre uma vez e se vai para sempre.

Tão pouco experimentamos o arrependimento somente em momento de crise, e depois falamos sobre ele o resto da vida. Não - o pesar pelo pecado deve ser nosso mestre constante!

Spurgeon testifica: "Livremente confesso que hoje sinto um pesar mais profundo pelo pecado do que quando aceitei o Salvador há trinta anos atrás. Odeio, hoje, o pecado mais intensamente do que quando estava sob condenação. Há certas coisas que eu não sabia que eram pecado, e agora eu sei que são. Atualmente tenho um sentido mais aguçado da vileza do meu próprio coração do que quando fui a Cristo no começo...

"O pesar pelo pecado é uma chuva perpétua, um banho doce e agradável, que dura toda a vida de um homem verdadeiramente salvo...Ele está sempre pesaroso por haver pecado... não deixa de sentir-se pesaroso até que todo o pecado tenha se ido."

Jesus Disse Algo à Igreja
Em Éfeso que Me Faz Tremer!

Você deve se lembrar das sete igrejas que João menciona em Apocalipse 2. Dentre elas está a Igreja de Éfeso - uma congregação altamente elogiada por Jesus.

Eu gosto de pensar na nossa Igreja de Times Square como igual à Igreja de Éfeso. Este corpo de crentes (em Éfeso) batalhava em uma das cidades mais populosas do mundo, não se abatendo em meio à iniquidade vil. O povo vivia sacrificialmente, odiava o pecado e não aceitava falsas doutrinas. Permanecia firme na fé, amando a Deus de todo o coração, não obstante as tentações que Satanás lhes lançava.

Mas Cristo sabia que havia algo errado entre esta gente. E amava de tal maneira esta Igreja - que era um castiçal tão brilhante para as nações - que Ele não estava disposto a ficar sentado observando-a se apagar. Então disse aos efésios: "Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor" (Apocalipse 2:4).

Jesus estava dizendo: "Seu fogo está se apagando! Seu amor por mim, que uma vez motivou sua fidelidade, está minguando. Vocês antes carregavam o peso da minha apreensão pelos perdidos - mas agora estão satisfeitos simplesmente em se sentar e ouvir as pregações. Estão totalmente envolvidos com seus próprios interesses, e estão ignorando os meus. Se afastaram de onde uma vez vocês se achavam!"

Jesus, então lhes diz: "Lembra-te, pois, de onde caíste..." (v.5). Ele está dizendo: "Pense! Você ansiava ir à minha casa, estar com meus santos, levar o meu fardo. Mas agora uma hora no domingo de manhã já lhe é suficiente!"

Então, querido cristão - você ainda está em chamas por Jesus? Ainda está apaixonado por Ele como quando primeiro O aceitou? Ou perdeu o interesse no que concerne a Ele, abandonando totalmente o ministério? Tem muitas outras coisas acontecendo em sua vida? Se é assim, o Senhor lhe diz: "Tenho algo contra você. Você abandonou o seu primeiro amor!"

Escute o que Jesus nos diz neste ponto: "...arrepende-te e volta à prática das primeiras obras..." (v.5). Ele está dizendo: "Entristeça-se com a sua crescente apatia. Esteja contrito - leve isto a sério. Aí, deixe que sua dor o leve de volta para onde estava, quando primeiro Me amou!"

Cristo, então, dá uma palavra que nos exorta a tomar cuidado. Ele diz: "...se não..." (v.5). Ele imediatamente explica detalhadamente a conseqüência: "...venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro..." (mesmo verso).

Jesus nos diz aqui que se não nos arrependermos, Ele tirará toda a autoridade espiritual que nos foi dada. Isto inclui a influência em nossa cidade, em nossa comunidade, em nossa vizinhança, sobre aqueles que se encontram em nossa esfera de atuação. Toda partícula de influência que possuímos nos será tirada, Ele diz, "caso não te arrependas!"

Neste exato momento igrejas ao redor do mundo estão fechando suas portas. Suas luzes estão literalmente sendo apagadas - este é o juízo que recebem por não se arrependerem! Deus avisou que iriam perder o discernimento, as bênçãos espirituais, suas finanças, a própria presença dEle. Agora estão mortas, sem vida, somente com memórias de suas bênçãos passadas.

Preguei em muitas destas igrejas há uns trinta anos atrás. E naquele tempo estavam repletas de crentes zelosos. Atualmente, menos de uma dúzia de pessoas se sentam nos bancos. Logo estarão reduzidas a nada, e suas portas se fecharão de verdade. Deus escreveu "Ichabod" sobre suas portas - significando: "O Espírito do Senhor se apartou!"

Deus deixa esta mesma mensagem a todos os cristãos individualmente. Ele diz: "Se você recusar a se arrepender, se permanecer na sua apatia - removerei o castiçal. Não terá mais influência sobre sua família, seus colegas - sobre ninguém!"

Isto é exatamente o que sucedeu à Igreja de Éfeso. Deus esperou pacientemente - aproximadamente uns mil anos - para que esta Igreja se arrependesse. Finalmente chegou o tempo em que a apostasia da Igreja era maior do que Ele podia suportar.

O historiador Gibson escreve: "O primeiro castiçal de Éfeso foi apagado. Os bárbaros de Ionia e Lídia esmagaram todo o remanescente de cristandade. Agora as mesquitas mulçumanas invocam o deus de Maomé. Somente a Igreja de Filadélfia permanece."

No entanto, mesmo ao ler estas palavras, não devemos temer. Jesus termina sua admoestação a nós desta maneira: "Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus" (Apocalipse 2:7).

Querido santo, Jesus é esta árvore! Ele está nos dizendo: "Se você se arrepender, lhe darei vida constante do meu próprio ser. E à medida que continuar amando-Me, proverei um fluir de vida sobrenatural em você. Esta vida será revelada no seu discernimento, no seu amor pelas pessoas, nas suas boas obras para o Meu reino."

Este é o traço que distingue todo o cristão que está verdadeiramente apaixonado por Jesus. Tal crente está cheio de vida - e todo mundo ao seu redor sabe disto!

Jesus promete que a sua tristeza divina, seu coração arrependido e o seu amor renovado por Ele o levarão à vida. Portanto, ore a Ele agora mesmo: "Senhor, dê-me um coração verdadeiramente arrependido. Leve-me de volta a quem eu era quando primeiro me apaixonei por Ti. Porém, leve-me mais além e mais fundo do que estive antes!"

Ao se arrepender, o Espírito de Deus começará a produzir em você uma nova revelação da glória de Cristo. E Ele fará com que todo mundo ao seu redor a perceba!

---
Usado através de permissão concedida por World Challenge, P. O. Box 260, Lindale, TX 75771, USA.

Informações a respeito da Igreja de Times Square | Informações para o Novo Leitor

Arquivo do Texto Simples + Índice dos Sermões em Português + Capela + Subscrição + Copyright

COPYRIGHT/LIMITAÇÕES À REPRODUÇÃO:Este arquivo de dados é propriedade exclusiva de World Challenge. Ele não pode ser alterado ou editado de nenhuma maneira. Ele pode ser reproduzido apenas na sua totalidade para circular como "freeware", sem custos. Todas as reproduções dos dados deste arquivo devem conter o registro de copyright [i.e., "Copyright © 2002 by World Challenge"]. Este arquivo de dados não pode ser usado para a venda ou promoção de qualquer outro produto à venda sem a permissão de World Challenge. Isto inclui todo o seu conteúdo com a exceção de umas poucas e breves citações. Favor incluir a seguinte fonte de crédito: Copyright © 2002 by World Challenge, Lindale, Texas, USA.

Este material é destinado unicamente para uso pessoal e não deve ser exposto publicamente em outras páginas da web. A Lorain County Free-Net Chapel detem os direitos exclusivos da parte de World Challenge, Inc. para publicamente apresentar estas mensagens em sua página da web. É permitido baixar este arquivo, copiar, imprimir e distribuir este material, desde que ele não seja exposto em um outro site da Internet. Pode-se, contudo, coligar este site para servir como referência destas mensagens.

 ------------------------------------------

Este site da web é uma realização de
The Missing Link, Inc.®
Ligando Jovens e Adultos em Dificuldades com Programas Transformadores de Vidas
Web site - http://misslink.org
Site da Capela - http://misslink.org/chapel2.html
Home Site em Várias Línguas das Pregações de David Wilkerson na Igreja de Times Square
http://www.tscpulpitseries.org

Copyright © 2000 - The Lorain County Free-Net Chapel
North Central Ohio, U.S.A.

TOPO DA PÁGINA

O nosso webmaster está às ordens para comentários e sugestões.
Esta página foi atualizada pela última vez em: 31 janeiro 2001.

sábado, 20 de maio de 2017

Gigantes & Pequenos

GIGANTES PEQUENOS & PEQUENOS GIGANTES.

1° - Os GIGANTES DESMAIARAM...

Muitas pessoas despertam-se na ousadia de um único ÍCONE ou PARADIGMA...  Doravante na ausência ou no adormecimento deste... os pequenos crescem e os Gigantes desmaiam ou adormecem..

Vejamos nos filisteus que apoiavam a sua ousadia num GIGANTE... que bradava como um Trovão!

O povo de Israel que estremecia diante da incerteza do rei Saul... que nada dizia!

No cântico de Moisés... Uma observação importante:

Os povos o ouviram, eles estremeceram, uma dor apoderou-se dos habitantes da Filistia.
Então os príncipes de Edom se pasmaram; dos poderosos dos moabitas apoderou-se um tremor; derreteram-se todos os habitantes de Canaã.
Espanto e pavor caiu sobre eles; pela grandeza do teu braço emudeceram como pedra; até que o teu povo houvesse passado, ó SENHOR, até que passasse este povo que adquiriste.
ÊXODO 15.14-16.

Genêsis 49.9 - as 3 fases do Leão... E como um Leão Velho... quem o despertará?

Números 24.9 - O adormecimento e o não despertar!

Deuteronomio 32.21 - Com selos os despertarei a ira...

1° Reis 18.27 - O verdadeito Deus, Não dorme! - Sempre vigiando o desdobramento dos acontecimentos!

Jó 8.6 - Havendo atitude, Deus se atrairá por Ti.

Salmo 57.8 e 108.2 - Tomando posição para atrair a Deus! (Eu mesmo me despertarei ao romper da manhã)

Provérbios 23.35 - A analogia com o Bêbado... Mesmo com o desejo do Despertar... volta ao mesmo estado!

OS GIGANTES... OBSTÁCULOS DA ABSTRAÇÃO!

2° - OS GIGANTES DESPERTARAM.

No adormecer da nossa ousadia e confiança em Deus, ocasionada pelo nosso afastamento e tênue intimidade com os Céus... sentimos o peso do SONO... e no nosso adormecer os Gigantes se despertam!!!

A experiência em nada haverá aproveitamento, se ficar no plano do esquecimento ou nos Vales onde habitam os Sonos da indolência!

Percebemos 12 espias... entre eles 10 estavam vacilantes no sono íngreme de uma forte desilusão... eram empolgados na transmissão do contagiante "VIRUS" do desânimo e do medo... mas haviam 2 despertos que diziam ainda que sem voz... mas com a defesa de "DEUS".

OS 10 ESPIAS ...

"E inflamaram a terra que tinham espiado, dizendo aos filhos de Israel: A terra, pela qual passamos a espiá-la, é terra que 'CONSOME' os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de 'GRANDE' estatura.
Também vimos ali 'GIGANTES', filhos de Enaque, descendentes dos 'GIGANTES'; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos."
NÚMEROS 13.32-33.

NA CRISE... DEVEMOS MOSTRAR O NOSSO VALOR.

Alguns líderes desmaiam... Moisés e Arão cobriram a suas cabeças... mas Deus reservou alguns:

JOSUÉ E CALEBE:
 "Se o SENHOR se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel.
Tão-somente não sejais rebeldes contra o SENHOR, e não temais o povo dessa terra, porquanto são eles nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o SENHOR é conosco; não os temais...
NÚMEROS 14.8-9.

Desperta hoje pela sua vida... o Mundo está de cabeça para baixo... Pois eles acordaram...

EFÉSIOS 5.14-17
Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá.
Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios,
Remindo o tempo; porquanto os dias são maus.
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor...

O DISCÍPULOS ESTAVAM SOBREMANEIRA CARREGADOS DE SONO... LUCAS 9.32.

As nossas atividades com o mestre... pode muitas vezes... sem o momento de reabastecimento... deixar-nos sobrecarregados... fazendo-nos adormecer... FÍSICA, EMOCIONAL É ESPIRITUALMENTE.

DESPERTA... DESPERTA... DESPERTAR!!!

sábado, 28 de janeiro de 2017

Poesia: Desejo contar o Tempo que passou

Desejo contar o Tempo que passou... No tempo em que o TEMPO DEIXOU de contar...

Ah! Meu doce queijinho Mineiro!

Faz tanto tempo... que não beijo os seus lábios;
E mesmo assim não deixei de te amar...
Faz tanto tempo... que o tempo corre apressado;
E mesmo assim... não esqueço do dia em que te conheci...
Faz tanto tempo... que não vejo as coisas como eram antes;
E mesmo assim... adoro sempre o que vejo em você...
Faz tanto tempo... que do teu lar... te busquei para amar;
E mesmo assim... Faria tudo novamente ao nosso Amor.

São vinte anos... você faz ideia?
São 365 dias vezes 20 anos... para se fazer ideia!!!
São 175.200 horas ao seu ladinho... sentindo seu cheirinho...

São muitas lindas madrugadas e manhãs sendo despertado por ti... meu Amor!!!
E você não faz ideia como se desmancho perto de ti...

E mesmo assim... É mesmo assim que desejo continuar ao seu lado... na bênção do Senhor!!!

Bodas de porcelana... ou alabastro... te amo minha porcelana Mineira de grande preço e singela em amor...por mais que seja frágil sua resistência estava me bênção de Deus recebida como um Dom!

São 7300 tardes e manhã...

Desejo poder alcançar o dia:
Em que não poderei mais ver o seu rosto...
por ser cansada a visão...

Desejo poder alcançar os dias:...
Em que não sentirei com as minhas mãos... mas perceberei a tua presença e o teu respirar...

Desejo poder alcançar os dias...
Em que o frio tomando conta... me abandona com o calor dos carinhos teus...
Desejo poder alcançar os dias...
Em que a balança seja companheira das histórias construídas no contexto das paisagens...

Desejo poder alcançar os dias...
Em que nos alegraremos juntos com o sonidos de nossas crianças dizendo meus lindos e amáveis vovó e vovô...

Desejo poder alcançar os dias...
Em que a dádiva da vida presenteada a nós seja repartidas por nossas filhas e aos pequeninos que virão...

Desejo poder alcançar os dias...
Na bênção da plenitude de Deus em nossas inspirações... deixando o legado de nossa linda história de amor para as próximas gerações... te amo do fundo do meu coração!!!

Talvez não tenha te dado o mundo... mas te dei o meu coração... e o não deixei ser furtado por aventuras e paixões profanas...

Talvez não tenha te dado um castelo... mas te dei todo o espaço aconchegante de minha alma e meu coração...

Talvez não tenha te dado em todo o momento a felicidade... mas em todos os que vivemos juntos foram feitos com intensidade...

Se não pude ser... o que ajuramentei no altar...
Mas fui aquilo que Deus permitiu a você conquistar...

Doravante, você sempre foi...

A minha companheira fiel... A minha ajudadoda... A minha chave-mestra
A minha alegria e motivação... A minha enfermeira... A minha amada...
A minha visão de um futuro melhor... A minha conselheira...
A minha educadora... A minha segunda mãe... A minha eterna namorada...

Ufa!!!...

20 anos são apenas a metade do caminho a prosseguir...
Mas com a graça do Senhor nosso BOM Deus... caminharemos até o porvir...

De mãos dadas... na graça do Senhor!

Minha linda doce pólen de orvalho sobre um queijinho Mineiro!

#JaneCandidodeJesus